Seminário Internacional Sobre o Amianto: uma Abordagem Sócio-Jurídica

Por RM & Advogados - Assessoria de Imprensa ∙ 31 de outubro de 2016

No dia 6 de outubro, o Escritório Roberto Caldas, Mauro Menezes & Advogados, representado pelo seu sócio e Diretor-Geral, Mauro Menezes, pelo Coordenador da Unidade São Paulo, João Gabriel Lopes, pelo Coordenador da Unidade Salvador, Pedro Mahin e pelo Sócio Paulo Lemgruber, esteve presente, em Campinas (SP), no “Seminário Internacional Sobre o Amianto: uma Abordagem Sócio-Jurídica”, organizado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), Departamento Intersindical de Estudos e Pesquisas de Saúde e Ambiente de Trabalho (DIESAT) e pela Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto (ABREA).

O objetivo do evento foi alertar a sociedade, em especial, os membros das instituições públicas das áreas do Direito do Trabalho, da Saúde, da Previdência e do Meio Ambiente, sobre a gravidade da exposição dos trabalhadores ao amianto.

Representando a ABREA, Mauro Menezes abordou os principais pontos das ações judiciais no Brasil envolvendo o banimento do amianto e as reparações às vítimas e a suas famílias. Em sua conferência, exaltou o propósito de obtenção judicial de compensações justas, direito à saúde, proteção e prevenção do meio ambiente e luta pelo banimento do amianto em todos os níveis.

Outros profissionais vinculados à luta contra o amianto, especialistas e ativistas brasileiros e estrangeiros estiveram no seminário para debater o amianto e suas consequências nefastas à saúde humana, dentre eles Leonardo Osório, da Coordenadoria Nacional de Defesa do Meio Ambiente do Trabalho (CODEMAT); Luciano Lima Leivas, do Programa Nacional Banimento do Amianto; Ana Claudia Bandeira Monteiro, vice-presidente da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT).

O evento foi financiado com recursos oriundos de Termos de Ajustamento de Conduta (TAC), firmados com o MPT e transferidos ao DIESAT, associação de caráter científico cultural, educativo e de estudos na temática Saúde do Trabalhador por empresas que integram a cadeia econômica do amianto e que se comprometeram a substituir o uso deste mineral letal por tecnologias alternativas.

Confira fotos do encontro: